@pastor.rogeriogodoy   projeto2012mj7@hotmail.com     (11) 92002-9082     @PrRogerioGodoy                       

SAUDADES DO PAI!

SAUDADES DO PAI!

Senhor, inclina teus ouvidos para mim

e ouve nessa hora a oração que a ti faço.

Peço-te que me permitas subir em teu colo

e encostar minha cabeça em teu peito.

Bem sei eu, Senhor,

que lugar melhor não há para eu estar.

Como eu queria Senhor “retornar” ao jardim,

onde contigo “me encontrava” a cada crepúsculo.

Quero de onde eu estiver, a tua voz conseguir e poder ouvir,

quando a meu nome tu chamares;

a tudo largarei e correndo a teu encontro irei.

Em teu pescoço quero pular e me agarrar,

não te soltar até sentir seus braços me afagarem;

enquanto giramos juntos

à luz de um lindo final de tarde em teu jardim;

o jardim que tu preparastes só para me encontrar; o teu/meu jardim.

Quero ter um encontro de meus olhos com teus olhos,

e ter meu pecado constrangido e vencido por teu santo olhar.

Senhor, despido dos trapos de imundice, que no dia a dia,

a meu corpo cobrem, quero me banhar e submergir em tuas águas.

E quando de tuas águas, eu sair meu Senhor,

me dê novas vestis, para o continuar;

pois a sujeira de minhas vestes, me trazem vergonha

e retardam meu caminhar.

Senhor, assim como para com Estevão tu fizeste,

também para comigo se faça;

quando chegar a hora de a mim recolheres,

quero a tua face contemplar, antes mesmo de a meus olhos fechar.

Hoje, Senhor...

eu tenho saudades dos encontros contigo em teu jardim,

que nunca pude ter; dos beijos que não te dei;

do doce perfume teu, que nunca pude sentir;

do brilho de teus olhos, que não pude ver...

Perdoa-me Senhor...

pelas vezes que em oração, não te busquei;

pelos momentos, que a sua voz fingi não ouvir;

por trocar-te por um irresistível prazer;

por escolher ao caminho largo e encontrar-me com a perdição...

Então, Senhor...

Toma-me pelas mãos – como que a um menino tomas,

e leva-me de volta para o teu jardim, oh Pai;

pois é lá, a seu lado, que seu filho quer estar.

 

(Por Rogério Godoy)

 

Quem deseja voltar, para onde nunca esteve,

pode bem estar querendo ir, para onde nunca deveria ter saído(?)!”

                                                                    (Pastor Rogério Godoy)

 

COMENTÁRIO do Autor:

Esse texto poético retrata o desejo ardente de um filho, por conhecer o lugar que seu pai preparou para ele; mas que por um motivo qualquer, ele nunca pode conhecer; o lugar que Deus (nosso Pai) preparou para nós (seus filhos), e o lugar mais próximo do lugar que Deus preparou para nós, é o seu colo. O colo do Pai, é o melhor lugar que um filho pode estar.

A partir do pecado do homem (em Adão) nós perdemos a oportunidade de vivermos eternamente ao lado do nosso amado Pai, em seu lindo e incomparável jardim; mas, em Jesus (o filho de Deus) nós temos a oportunidade de vivermos isso.

A cruz, lugar onde Jesus morreu, não deve ser, para nós cristãos, apenas uma lembrança de morte e ressurreição; mas sim uma oportunidade de acesso, paz, comunhão e intimidade, com nossos semelhantes e com Deus. A parte horizontal da cruz (os braços abertos de Jesus), representa a restauração da comunhão e igualdade do homem com seus irmãos (em Deus). E a parte vertical da cruz (dos pés à cabeça de Jesus),   representa  o   abertura  (a única)  de   um

caminho até Deus. A partir da vida, morte e ressurreição de Cristo, não existe outra forma de se chegar a Deus, se não por Jesus. E isso podemos atestar nas palavras do próprio Jesus, em Jo. 14:6: Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém VEM ao Pai senão por mim. Jesus nos deixou bem claro que não existe outro caminho até Deus, que não seja por Ele.

Então, se você quer viver eternamente no “jardim” (colo) de Deus, entregue sua vida a Ele através da pessoa de Jesus; e nunca mais ande ou viva sozinho; pois o Espírito Santo de Deus estará para sempre a teu lado, e após essa vida aqui na terra, viva a eternidade com Deus, em seu jardim – que foi feito para mim e para você.

 

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei.

Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração;

e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e meu fardo é leve."  

                                                                                                         (Mt 11.28-30)

 

 

O homem nasce com um vazio dentro de si,

e cresce buscando preencher a esse vazio

com falsos prazeres e banais ideologias,

que só tratam a esse problema de forma momentânea,

e dilatam ainda mais a esse vácuo;

pois saibam que todos nós fomos criados

para termos intimidade com Deus;

mas o pecado nos afasta desse propósito de Deus em nós,

criando a esse vazio, que só pode ser preenchido,

pela pessoa do Senhor Jesus!”

                                                    (Pastor Rogério Godoy)