@pastor.rogeriogodoy   projeto2012mj7@hotmail.com     (11) 94000-3008    (11) 2613-9673     @PrRogerioGodoy                       

A menina e o AMOR!

A menina e o AMOR!

Pr. Rogério Godoy

 

É manhã de primavera

e uma menina à janela espera a chegada do amor,

que de não muito longe, viagem iniciou,

para a menina encontrar.

A menina, que de Nat chamada é,

na sacada da janela aos cotovelos descansou;

e o amor nada de anunciar a seu chegar.

De fome, o gato de Nat, miando reclamou.

Então a menina da janela por um instante

se ausentou, para a seu gato alimentar,

e o fazer parar de reclamar.

E não muito demorou para à janela retornar;

mas, após a comida do gato guardar,

enquanto para se debruçar na janela corria,

em sua desenfreada corrida,

no gato tropeçou, que imediatamente,

olhando para ela, rosnou.

A menina com pressa do chão se levantou,

a cabeça do gato acariciou,

e na janela se pôs a olhar.

Na praça da pequena cidade,

bem em frente a janela da menina,

a banda uma linda música tocou

e a menina logo pensou:

A banda toca pra chegada do amor!”

Mas a música logo terminou

e o amor nada de chegar.

Um menino, que de longe à menina avistou,

uma linda flor do jardim da praça roubou,

com um beijo a regou, e à menina Nat ofertou.

O amor chegou e se apresentou!

O gesto do menino da flor

não teve o retorno desejado;

pois a menina, ao aceitar a flor,

sem interesse o olhou, e por educação,

ao presente agradeceu; e sem muito,

com o pobre menino se importar,

logo retornou com os olhos ao amor buscar.

Passou a manhã, a tarde...

e quando a lua estava para chegar,

uma imagem à menina, a atenção chamou;

pois seus olhos sem querer avistaram,

a desolada figura do menino da flor.

Ela olhou, pensou, mas não se importou.

O importante para ela era a chegada do amor.

O menino de tanto esperar se cansou e triste se foi,

após da gélida calçada se levantar.

A menina, ao seu partir,

com os olhos acompanhou,

até que na distância perdeu a imagem

do menino da flor.

Seu coração se agitou, como a desejasse despertar;

foi quando a seu ouvido chegou a voz,

de sua simpática vó, que lhe perguntou:

Nat, minha linda menina,

o quê espera você de sua janela encontrar?

A menina, da janela se ausentou,

para perto de sua vó chegar e responder:

Eu esperava ao amor encontrar!

A doce vovó, com carinho lhe diz:

O amor não é como a hora do almoço

ou do jantar, que você sabe o momento de chegar...

O amor apenas acontece, sem ninguém o esperar;

e por muitas das vezes, em gestos simples

que podem nos passar desapercebidos...

como o ofertar de uma flor!

A menina, num instante logo lembrou

do menino da flor, que ela nem ligou.

Então para a janela ela depressa correu;

e novamente no gato tropeçou,

que imediatamente, olhando para ela, rosnou.

A menina com pressa do chão se levantou,

a cabeça do gato acariciou,

e não se demorou, a janela chegar,

agora não mais para ao amor esperar chegar;

mas sim... ao menino da flor!!!

 

 

Um dos maiores encantos do amor, é a surpresa!”

                                             (Pastor Rogério Godoy)

 

TEXTO 2º João 4:13-26

Jesus respondeu: "Quem beber desta água terá sede outra vez,
mas quem beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede. Pelo contrário, a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna".
A mulher lhe disse: "Senhor, dê-me dessa água, para que eu não tenha mais sede, nem precise voltar aqui para tirar água".
Ele lhe disse: "Vá, chame o seu marido e volte".
"Não tenho marido", respondeu ela. Disse-lhe Jesus: "Você falou corretamente, dizendo que não tem marido.
O fato é que você já teve cinco; e o homem com quem agora vive não é seu marido. O que você acabou de dizer é verdade".
Disse a mulher: "Senhor, vejo que é profeta.
Nossos antepassados adoraram neste monte, mas vocês, judeus, dizem que Jerusalém é o lugar onde se deve adorar".
Jesus declarou: "Creia em mim, mulher: está próxima a hora em que vocês não adorarão o Pai nem neste monte, nem em Jerusalém.
Vocês, samaritanos, adoram o que não conhecem; nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus.
No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura.
Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade".
Disse a mulher: "Eu sei que o Messias ( chamado Cristo ) está para vir. Quando ele vier, explicará tudo para nós".
Então Jesus declarou: "Eu sou o Messias! Eu, que estou falando com você".

 

COMENTÁRIO do Autor:

O poema SOL SOBRE OS OMBROS foi criado, não em um momento de abandono por um amor ou por solidão dele; mas sim, em um momento de solidão de amor próprio. Quantos de nós nos enganamos em dado momento de nossas vidas chorando por um amor perdido ou não correspondido, quando na verdade choramos mesmo por falta de nos sentirmos amados por alguém e/ou por nós mesmos. E não adianta tentar preencher esse espaço deixado por essa falta de amor, com uma linda mulher ou um lindo homem, uns copos de cerveja no bar com os amigos,  festas sem compromisso, um cigarro atrás do outro, drogas, etc.; só um verdadeiro amor pode preencher a esse espaço: JESUS.

É muito fácil na alegria e quando tudo nos vai bem, dizermos que não precisamos de Jesus; mas precisamos ter por conhecimento que o seu gesto de amor por nós foi algo voluntário e por extremo amor pela minha e pela sua vida. Se assim o quisesse, Jesus bem poderia dizer não, e não sofrer e morrer na cruz por nós; Ele a isso fez, POR AMOR!

Bem sei que o SOL SOBRE MEUS OMBROS, não foi apenas um momento da minha vida, mas sim, um momento na sua vida também; e quem sabe esse momento não é hoje e agora. Você pode estar passando por essa situação (vivendo sem amor próprio) agora. Pois bem, é hoje e agora que eu te digo: Entrega o teu caminho ( e a tua vida) ao Senhor (Jesus), confia  nEle, e tudo o mais, por ti Ele fará!

Creia, o vazio que existe em você, só pode ser preenchido pela pessoa de JESUS.

 

Não posso te garantir uma vida só de felicidades com Jesus; mas isso sim posso: TE GARANTIR QUE VOCÊ NUNCA MAIS SE SENTIRÁ SOZINHO E SEM AMOR! Isso é, se andares e viveres segundo os ensinamentos dEle.

 

 

Os enganos das circunstâncias,

podem cegar os nossos olhos e nebular nosso entendimento,   

e nos fazer desistir de continuar; mas,

só certeza em Jesus, nos fará não temer a caminhada 

e nos renovará a cada dia A VONTADE DE CONTINUAR!”

                                             (Pastor Rogério Godoy)